MENU

Mantenha-se sempre atualizado sobre todos os acontecimentos do globo.
Atualize-se!!
 
USP usará avaliação seriada a partir de 2011

 

USP usará avaliação seriada a partir de 2015

A Universidade de São Paulo (USP) anunciou hoje a implantação do Programa de Avaliação Seriada (PAS), sistema para o processo seletivo de graduação, que começa a valer a partir do vestibular de 2015.
A iniciativa é voltada às escolas da rede estadual de ensino médio regular de São Paulo e aos estudantes que estão cursando o último ano.

Através do Programa de Inclusão Social (Inclusp), lançado em 2006, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, a instituição pretende incentivar alunos da rede pública a ingressar na faculdade.

Neste primeiro ano do PAS, a prova será aplicada aos estudantes do 3º ano do ensino médio regular e implementada progressivamente para as demais séries em 2015 e 2015.

O desempenho do estudante no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) também poderá servir de bônus adicional de até 6%, proporcional ao resultado obtido na prova. A aplicação do bônus universal de 3% e do bônus qualificado pelo desempenho do estudante no PAS e no Enem resultará em um bônus de até 12% para candidatos ao Vestibular provenientes de escolas públicas que demonstrem seu mérito acadêmico por meio da pontuação máxima nessas provas.

A pró-reitora de Graduação da USP, Selma Pimenta Garrido, afirma que o aperfeiçoamento do Inclusp "coloca a USP no sonho e na meta do aluno de escola pública".

Dados sobre o desempenho acadêmico dos alunos que ingressaram, no ano passado, utilizando mecanismos do Inclusp, foram divulgados e mostram que o balanço do programa, desde a sua implantação, em 2006, é positivo.

"Esses indicadores mostram que a USP está seguindo no caminho correto quanto à adoção de ações afirmativas que contemplam o mérito acadêmico e a inclusão social e nos estimula a prosseguir no aperfeiçoamento do programa e na implantação de suas diferentes fases", ressalta a reitora, Suely Vilela.

Balanço do Inclusp
O impacto da adoção de uma das medidas previstas no Inclusp pela Universidade ¿ a concessão de um bônus de 3% em 2007 e 2015 ¿ foi determinante para inverter a tendência de queda no número, iniciada em 2005, de ingressantes oriundos da escola pública. No ano seguinte, foram aprovados 2.448 (24,7%) alunos provenientes do ensino médio. Em 2007, esse número alcançou 2.716 (26,7%).

Pela simulação realizada pela Pró-Reitoria de Graduação, sem a aplicação do bônus, o número cairia para 2.386, sendo que, em 2015, atingiria o patamar de 2.338. No último vestibular, o programa permitiu que 2.713 novos alunos ingressassem na USP utilizando o mecanismo de pontuação acrescida.

Desempenho dos estudantes em 2007
Os dados sobre o desempenho dos ingressantes, em 2007, demonstram que as médias dos alunos no programa (6,3) ficaram ligeiramente acima da média da universidade (6,2). Dos 118 cursos oferecidos, a média dos ingressantes foi igual (em oito cursos) ou superior (em 54 cursos). Ou seja, em 64 (54,2%) cursos, os novos alunos tiveram média superior ou igual à média da instituição.

A média do rendimento está baseada na análise do histórico escolar do aluno que cursou o primeiro ano em 2007. Os dados foram obtidos através do Sistema Júpiter, que contém dados sobre os alunos de graduação da USP.

Redação Terra 

 

<<< Voltar

 

 
 Página Principal

Fale Conosco | Anuncie Aqui | Cadastro | Notícias | Home



 

WebVestibular - O Site do Vestibulando - O Vestibulando em primeiro lugar! Desde 07/2000

Topo

.