MENU

 Revisão >> Revisão das principais matérias do Vestibular
Curso de Redação
 
Orientação específica - Conteúdo
 

 

Orientação específica - Conteúdo

O conteúdo é um dos elementos fundamentais da redação. É a sua idéia, é o seu ponto de vista sobre o assunto. A redação é resultado da expressão desse ponto-de-vista. Quando você escreve, você estrutura uma oração que é a sua idéia linearmente apresentada. O conteúdo é o resultado dessa idéia estruturada no papel.

A forma de apresentação pode ser coerentemente apresentada ou pode sofrer vários desvios. Sendo assim, pode ocorrer:

a) Coerência ou Contradição:
Existe coerência quando as idéias apresentadas são logicamente concatenadas, isto é, há um nexo, uma conexão harmoniosa entre as idéias para que estas formem um conjunto integrado de pensamentos. O resultado é a apresentação de idéias claras e acessíveis a qualquer pessoa que leia o seu texto. Na coerência existe ligação de idéias, adesão recíproca.

Existe contradição quando há desacordo entre as idéias apresentadas. Você se contradiz quando não faz uma afirmação e a desmente, alega o contrário. O resultado é a não expressão do seu ponto-de-vista, a sua não definição. Na contradição existe oposição de posições.

b) Criatividade ou Lugar-Comum
O conteúdo de um texto é criativo quando consegue ir além do comum, quando busca a sua expressão recriando o real e trabalhando com originalidade e significação. Criar, é portanto, inventar uma nova forma de dizer, é fugir ao repetitivo, é buscar um expressivo, é dizer o comum de maneira nova.

O conteúdo de um texto é lugar-comum quando se restringe ao uso exagerado de fórmulas gastas, quando os argumentos e idéias se reduzem ao já conhecido e repisado. O texto se resume a um amontoado de chavões, não demonstrando a maneira pessoal de argumentar e não trazendo novas idéias. É aproveitar opiniões alheias, frases já esgotadas, sem revitalizar a discussão.

c) Extrapolação ou Interpolação
São dois defeitos de conteúdo. O texto é extrapolado quando as idéias apresentadas, as concepções excedem os limites do assunto tratado e não levam ao seu esclarecimento. Extrapolar é literalmente sair dos pólos, fugir do assunto.

Interpolar é intercalar idéias que interrompam a seqüência lógica do assunto tratado. Trata-se de suspender a coerência do fluxo de idéias que não se apresentam de uma maneira contínua. Os aspectos levantados para o desenvolvimento do tema não se completam de uma forma direta, pois são interrompidos por outros aspectos do mesmo assunto, resultando num texto confuso, emaranhado.

Ao contrário da extrapolação, o texto interpolado não foge ao assunto, mas se perde dentro de seus limites à medida que os aspectos discutidos não são expostos dentro de uma seqüência uniforme, mas descentralizados.

d) Redução

O texto sofre redução de conteúdo quando não abrange todos os aspectos do assunto tratado. É um texto que não atinge a totalidade do tema proposto, pois reduzir significa simplificar, diminuir, tornar menor, abreviar a dimensão, limitar. 

 

<<< Voltar

 

 
 Página Principal

Fale Conosco | Anuncie Aqui | Cadastro | Notícias | Home



 

WebVestibular - O Site do Vestibulando - O Vestibulando em primeiro lugar! Desde 07/2000

Topo

.