MENU

 Revisão >> Revisão das principais matérias do Vestibular
Curso de Redação
 
Orientações gerais - O Entendimento do Tema
 

 

Orientações gerais - O Entendimento do Tema

O Primeiro passo: A primeira etapa de uma redação consiste em compreender plenamente o tema. Nos antigos vestibulares, este era proposto de forma direta.

Exemplo, a faculdade de direito da Universidade de São Paulo, certa feita, pediu que os vestibulandos escrevessem sobre a "Cortina de Ferro". Nesse caso, o vestibulando deveria dissertar sobre os países do leste europeu então dominados pela ex-União Soviética. Sem dúvida, questões propostas de maneira explícita facilitavam o entendimento do tema.

Modernamente, os temas não mais são assim apresentados. São dados textos que, de alguma maneira, interligam-se e o vestibulando deve, em primeiro lugar, descobrir essas relações. Em linguagem simples, você deve "perceber" o conteúdo do tema.

a) Adequação ao tema. Exemplificando: sendo o tema da redação “Tecnologia”, você deve tomar uma posição a respeito: discuta os prós e os contras. Durante a argumentação, se você tomar posição favorável, é necessário frisar mais os exemplos que provem a sua afirmação. O mesmo se sua posição for contrária. Neste caso, seu texto será coerente com o tema proposto. A contradição ocorre se você, ao assumir uma posição favorável, durante a argumentação ressaltar qualquer proposição contraria a posição inicialmente assumida.

b) Coerência no desenvolvimento do tema. Mas, uma boa linguagem não se defina apenas por clareza e originalidade. Quando estamos diante de um tema, por exemplo, DIVÓRCIO, além de tentar ser claro e original, precisamos manter uma coerência entre o conteúdo e a linguagem, ou seja, seria incoerente usar neste tema um palavrão ou mesmo um gíria. Você deve propor sempre uma linguagem coerente com aquilo que vai falar. Não se deve iniciar um texto usando um tipo de linguagem por exemplo original, e desenvolve-lo ou concluí-lo, tornando a linguagem cada vez mais complexa, pois desta forma você está fragmentando a linguagem. A uniformidade deve ser mantida, ou seja, a linguagem inicial deve ser sustentada coerentemente em todo o desenrolar das idéias. Neste enfoque fica valorizada a coerência na linguagem.

c) Norma culta. A gramática obedece a normas estabelecidas que não podem ser abandonadas; nem exaltadas excessivamente. Quando se cria um texto deve-se observar as regras gramaticais, para que as outras suas partes primordiais não sofram uma perda de significação em função do desconhecimento da gramática.

d) Reunindo clareza, originalidade, coerência há ainda a proposição de que, não é por ser longa que uma redação é boa. Ao contrário, pois muitas vezes você não sabe o que escrever objetivamente e vai escrevendo a esmo e quando vê, a redação está extensa e até sem sentido ou contraditória, pois no texto longo há maior possibilidade de erros e contradições. Não deve também ser reduzidas, pois fica claro que, ou você tem falta de vocabulário ou não conhece e nem sabe argumentar sobre o assunto proposto. O tamanho ideal é de vinte ou cinqüenta linhas, preenchidas por parágrafos curtos mas completos. Assim escrevendo, você tem um texto de muita concisão.

Lembre-se: Ninguém pode exigir que você escreva bem, pois isto pressupõe talento; as faculdades querem que se escreva certo.

 

<<< Voltar

 

 
 Página Principal

Fale Conosco | Anuncie Aqui | Cadastro | Notícias | Home



 

WebVestibular - O Site do Vestibulando - O Vestibulando em primeiro lugar! Desde 07/2000

Topo

.